Recém-Formada

recém formadaOriginal: Post Grad

Ano: 2009

Elenco principal: Alexis Bledel, Michael Keaton, Jane Lynch, Zach Gilford, Rodrigo Santoro

Diretor: Vicky Jenson

Roteirista: Kelly Fremon

Nota: 3/5

Sinopse: Ryden Malby tem um plano perfeito: formar-se na faculdade, arrumar um ótimo emprego, passear com seu melhor amigo e encontrar o cara perfeito. Mas seu plano fica hilário e completamente fora de controle quando ela é forçada a voltar a morar na casa de sua excêntrica família. Quando ela finalmente consegue o emprego dos seus sonhos, Ryden percebe que isso nada significa sem o homem dos seus sonhos… e sem as pessoas que ela ama.


Eu havia assistido esse filme alguns anos atrás, provavelmente quando ainda estava no ensino médio e resolvi assistir de novo esses dias… E, é claro, tive uma percepção totalmente diferente em relação à este filme e à história.

É mais ou menos assim, a Ryden passa a vida universitária dela toda esperando a faculdade terminar pra finalmente conseguir o emprego dos sonhos, o apartamento dos sonhos e ter a vida dos sonhos. E, vamos lá, aposto que sua visão para depois da faculdade também é essa. Afinal, não é pra isso que estudamos tanto? Pra conseguir tudo o que sonhamos?!

Bom, ela se forma e a vida lhe mostra que nem tudo é como gostaríamos. Ryden passa boa parte do filme desempregada, correndo de uma entrevista para outra, perdendo a esperança em cada uma delas. Mas ela tem um amigo, Adam, que a ama e a ajuda a manter os pés no chão. A família de Ryden também consegue apoiá-la neste momento de transição de vida universitária para a vida adulta. spoiler alert Quando finalmente consegue aquele emprego dos sonhos, com o qual ela havia sonhado desde sempre, Ryden percebe que nem sempre a vida que planejamos é aquela que devemos seguir. Que ter tudo o que você deseja sem ter alguém ao seu lado para compartilhar essa alegria não vale a pena. Rodrigo Santoro, que está lindamente em suas raízes brasileiras neste filme, é quem a ajuda com essas questões, mostrando-lhe que nossos sonhos podem mudar sim, e não tem nada de errado com isso.

É, acabei falando mais de maneira “filosófica” do filme do que sobre o filme em si, mas esse era o intuito, filosofar. Frequentemente eu penso no que vai acontecer quando eu terminar a faculdade. Se vou trabalhar na área, se vai valer a pena ter estudado 3 anos… Esse tipo de coisas que, acredito eu, todo o universitário já se perguntou!

A questão é, mesmo que nossa vida não saia da maneira que planejamos, mesmo que os sonhos mudem e nosso emprego não seja aquele dos sonhos, ter estudado o que amamos, ter conhecido professores fantásticos, feito amigos maravilhosos, perdido uma aula pra ir pro bar ou comer batata frita, ter se matado pra fazer aquele trabalho e o TCC… TUDO isso vai valer a pena porque o tempo não volta e os momentos que tivemos com certeza foram os melhores.

Anúncios

9 comentários sobre “Recém-Formada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s