Resenha: A caderneta vermelha

Se você procura um livro gostoso e rápido de ler com uma história lindinha, este é o livro que você precisa!

a caderneta vermelha

Título: A caderneta vermelha / La Femme au carnet rouge / The red notebook

Autor: Antoine Laurain

Editora: Alfaguara

Páginas: 135

Onde comprar? SaraivaLivraria Cultura

Onde baixar? Le Livros

Nota: 3/5

 

 

SINOPSE: Caminhando pelas ruas de Paris em uma manhã tranquila, o livreiro Laurent Letellier encontra uma bolsa feminina abandonada. Não há nada em seu interior que indique a quem ela pertence — nenhum documento, endereço, celular ou informações de contato. A bolsa contém, no entanto, uma série de outros objetos. Entre eles, uma curiosa caderneta vermelha repleta de anotações, ideias e pensamentos que revelam a Laurent uma pessoa que ele certamente adoraria conhecer. Decidido a encontrar a dona da bolsa, mas tendo à sua disposição pouquíssimas pistas que possam ajudá-lo, Laurent se vê diante de um dilema: como encontrar uma mulher, cujo nome ele desconhece, em uma cidade de milhões de habitantes? (skoob)

“Só mesmo o sublime pode nos ajudar no trivial da vida”. Alan Fournier

Em uma cidade com mais de 2 milhões de pessoas apenas um homem corajoso e um verdadeiro romântico se daria ao trabalho de resgatar a bolsa roubada de uma mulher desconhecida e sair em uma busca quase impossível para encontrá-la e entregar-lhe seus pertences, praticamente vivendo em um dos seus romances favoritos, deixando-se levar pelas pistas que encontra no caminho.

Laure é uma linda mulher, viúva e que trabalha com restaurações de ouro. Certa noite ela e surpreendida por um ladrão que a fere e leva sua bolsa favorita embora.

Laurent é um livreiro divorciado que leva a vida tranquilamente, sem surpresas ou mudanças no decorrer do seu dia, mas isso muda ao encontrar uma bolsa lilás abandonada sob uma lixeira no caminho para o trabalho. Ele reluta em pegar a bolsa mas age como um verdadeiro cavalheiro ao agarrá-la junto ao corpo e clamar que encontrará sua dona.

         “A questão que se apresentava agora era quase de ordem moral: levá-la consigo ou deixá-la ai mesmo?

Ambientado na ruas de Paris, este livro nos apresenta uma história leve e gostosa de se ler. Rico em detalhes em todos os sentidos, o livro nos leva a criar a cena perfeita em nossa cabeça, nos dando características importantíssimas para imaginar cada personagem e cada local citado. Muitas surpresas enchem o livro de emoção, fazendo com que o leitor não queira abandonar a leitura nem quando a comida está queimando! Narrado em terceira pessoa, conhecemos Laurent e Laure melhor do que eles mesmos. Cada capítulo trata da vida de um deles até que suas vidas encontram-se no mesmo momento. Claro que as referências literárias não podiam faltar neste livro sobre um livreiro que vive uma história que parece ser um livro! As referências vão desde Modiano, Proust, Céline, Marcel Aymé, Poe até Harry Potter.

“Laurent se viu diante de uma mulher-quebra-cabeça.”

É delicioso ver a busca de Laurent pela mulher misteriosa e ao mesmo tempo ir conhecendo esta mulher. Esta busca acaba resultando em mudanças na vida dele, porém é a partir das mudanças que surgem momentos novos, certo?!

Com um final surpreendente, esta leitura me deixou mais leve e apaixonada e espero que tenha o mesmo efeito com vocês também!


P.S. A questão dos detalhes excessivos têm uma explicação: o autor, Antoine Laurain é formado em cinema e atua como roteirista e diretor! Só um roteirista que escreve livros pode ser tão específico em detalhes visuais deste jeito e olha, mesmo antes de saber deste fato, isso já era um dos principais motivos para eu ter amado esta história!!!

Anúncios

5 comentários sobre “Resenha: A caderneta vermelha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s