Resenha: P.S. Ainda amo você

Primeira resenha do blog, yey! Bom, eu terminei essa leitura maravilhosa ontem e há uma necessidade gritante dentro de mim para fazer essa resenha!!!

PS_AINDA_AMO_VOCE__1449840733541124SK1449840733B

Título: P.S. Ainda amo você / P.S. I still love you

Autora: Jenny Han

Editora: Intrínseca

Páginas: 304

Onde comprar? Livraria CulturaSubmarino

Nota: 4/5

SINOPSE: Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários.
Em “Para todos os garotos que já amei”, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em “P.S.: Ainda amo você”, Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.
Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois. (fonte skoob)

“As pessoas entram e saem da nossa vida. Durante uma época são seu mundo;são tudo. E, um dia, não são mais. Não dá pra saber quanto tempo vamos tê-las por perto.”

Para quem não sabe, P.S. Ainda amo você é a continuação de Para todos os garotos que já amei, da linda e talentosa  Jenny Han. Esse segundo livro começa exatamente onde o primeiro parou, com Lara Jean e Peter separados, o cachorrinho Jamie deixando a pequena e teimosa Kitty feliz e Margot longe. Neste segundo livro sinto que a nossa Laranjinha amadureceu um pouco, aliás, com todos os acontecimentos que foram aparecendo, ela não teve outra opção. Lara Jean é uma sonhadora e amante do amor incorrigível, mas não vive de ilusões.

Pela primeira vez, ela é uma garota de 16 anos em um relacionamento de verdade, com um cara que ela gosta de verdade (E deuses, como ele é perfeito!). E, como qualquer outra adolescente em seu primeiro relacionamento, ela também não sabe muito bem como tudo aquilo funciona e acaba sendo um pouco ciumenta e paranoica demais. Durante muito tempo ela engole esse ciúmes louco pela bitch da Genevieve e, em um momento que seu relacionamento parece estar em crise, uma antiga paixão volta à sua vida. Lembram, uma das cartas foi mas não voltou? Então, ela volta dessa vez e esse menino (John ♥) se mostra perfeito a cada carta e a cada momento. EU me apaixonei por ele também. Fiquei dividida entre os dois. Cada página da sua indecisão eu a seguia e torcia. Até agora não sei se sou Team John ou Team Peter!!! Afinal, eles são o oposto um do outro e mesmo assim, cada um tem um motivo para nos fazer apaixonarmos por eles. Senti muita raiva do Peter em muitos momentos, mas depois ficou tudo bem hahaha (então é, eu sou Team Peter)!!!

“Peter e eu, nosso rompimento, é bem típico do ensino médio. Com isso quero dizer que é efêmero. Até essa dor vai ser passageira, finita. (…) é meu primeiro rompimento verdadeiro. É tudo parte do processo de me apaixonar.” 

Amei o destaque que a Jenny deu aos personagens secundários.Kitty ainda age impulsivamente e é meio egoísta às vezes, mas ela é só uma criança e não pensa muito nas consequências. E dessa vez temos um destaque da Stormy. Ela é uma senhora que ainda sabe viver o melhor da vida e seus conselhos acabam sendo importantíssimos para Lara Jean. Uma das minhas partes FAVORITAS de todo o livro não envolve o Peter. É em um dia de neve em Abril. E a festa USO, da Segunda Guerra Mundial (anos 40), onde eu fiquei in love pelo Johnny.

Acho que escrevi demais. Tive muitas dúvidas durante o livro sobre como ele iria acabar e fiquei feliz com o seu desfecho.

É um livro apaixonante, gostoso de ler e que te leva de volta aos seus 16 anos (se você já passou disso). Eu super indico os dois para quem gosta de leitura YA, vocês vão amar!!!

Comentam, digam o que acharam da resenha, do livro, da escritora, de mim, da vida, do universo, enfim, comentem, tá bom???

E agora, eu os deixo com uma das quotes que achei mais interessante no livro todo:

“Tem uma palavra coreana que minha vó me ensinou. JUNG. É a ligação entre duas pessoas que não pode ser rompida, mesmo quando o amor vira ódio. Você ainda alimenta sentimentos antigos por aquela pessoa; sempre vai sentir carinho por ela.”

Anúncios

2 comentários sobre “Resenha: P.S. Ainda amo você

  1. Janaina Rodrigues dos Santos Ferreira disse:

    Nossa! Parece ser bem legal. Vou comprar e ler os livros mesmo já tendo passado e há muito tempo dos 16, os conflitos em se tratando de relacionamento amoroso, são sempre iguais Independente de idade ♥

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s